A Contação de Histórias e o Despertar da Leitura

quinta-feira, outubro 08, 2015

O interesse vem primeiro! Despertar o interesse para a leitura é o primeiro passo para a formação de leitores.

O Universo Mágico da Cultura Popular

Saber ler e escrever não é só um direito. Já sabemos da importância da leitura na formação do caráter e cidadania. Estudos e pesquisas já comprovaram que o hábito de ler melhora a aprendizagem. Mas, como fazer nossos pequenos se interessarem pelo livro no mundo da tecnologia?

A contação de histórias nas escolas tem se mostrado uma prática facilitadora na formação de leitores. Na educação infantil, o uso da oralidade por meio da contação de histórias contribui com o processo de alfabetização de forma lúdica, promove o desenvolvimento da linguagem oral, a habilidade de compreensão e a ampliação do vocabulário.

Ouvir histórias estimula a imaginação. Esse caráter motivador desperta na criança o interesse pelo conhecimento, a atenção e a capacidade de dar sequência lógica aos fatos, fatores fundamentais para a aprendizagem.

A leitura da palavra produz a releitura do mundo e cria novas formas de dizê-lo. (Proler, Concepções e Diretrizes).

O Gosto por ouvir histórias é inversamente proporcional ao grau de escolaridade. Trabalhos de pesquisas que foram realizados em diversas bibliotecas escolares demonstraram que pelo o menos 70% dos alunos da educação infantil que ouviram uma história se interessaram por outras do mesmo tipo e uma média de 30% dos alunos pegaram o mesmo livro na biblioteca.

O trabalho de Contação de Histórias atua ainda no resgate da memória, necessária para a compreensão de si e do mundo. Favorece o leitor na construção do pensamento próprio e por meio dele o interesse pela participação. Através da história é possível se colocar no lugar de sujeito e despertar para a construção da realidade.


Você Pode Gostar Também

0 comentários

Curta no Facebook

Flickr Imagens